quarta-feira, 11 de Janeiro de 2012

PhotoStory

O photostory é um programa que permite criar filmes usando fotos / imagens / desenhos. Pode adicionar-se efeitos especiais nas imagens, fazer uma narrativa com a própria voz, e criar legendas.


O nosso filme é sobre a história do Patinho Feio:

Atividade TV

Este trabalho foi realizado no âmbito da unidade curricular de Língua Portuguesa e TIC que consistiu na escolha de um programa televisivo infantil que possa ser utilizado em contexto escolar assumindo uma função educativa.
A nossa escolha recaiu sobre o programa “Sid Ciência”. Esta série é composta por 42 episódios, cada um com 25 minutos de duração, e estão divididos por temas: mudanças e transformações, ferramentas e medidas, sentidos, saúde, máquinas simples, ciência de quintal, o corpo, e o tempo. É transmitida de segunda a sexta-feira às 07h30 e novamente às 18h30, e aos fins de semana das 16h30 às 17h30 através do canal televisivo Panda e é uma série infantil vocacionada para crianças em idade pré-escolar. ler mais...

terça-feira, 10 de Janeiro de 2012

Reflexão Individual

Para terminar esta unidade curricular, foi-nos pedido a elaboração de uma reflexão individual, onde incluissemos os seguintes tópicos:

- Expetativas em relação à disciplina;
- Contributos da disciplinapara a formação pessoal, académica e proficional;
- Aprendizagens significativas;
- Aspetos globalmente menos conseguidos;
- Sugestões de aprofundamento temático.

Reflexão Individual - Ângela Ladeira
Reflexão Individual - Cristina Oliveira

segunda-feira, 19 de Dezembro de 2011

JClic

O JClic é um programa que nos permite realizar projetos interativos que são formados por diferentes tipos de atividades educativas, tais como as palavras cruzadas, quebra-cabeças, sopa de letras, associações, entre outras.
O nosso projeto é direcionada para o 3º ano (1º Ciclo) e o nosso tema é "Nomes coletivos".
Estes jogos permitem aprender com maior facilidade e de uma forma lúdica os vários tipos de nomes coletivos.

Jogo - Nomes Coletivos

segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011

Integração das TIC no processo de ensino-aprendizagem

A primeira atividade pedida pela professora de Língua Portuguesa, tinha como base a leitura de alguns textos e posteriormente responder à questão:
"Integração das TIC no processo de ensino-aprendizagem: uma opção ou uma necessidade?"

Contudo, para responder a essa questão, era necessário elaborar um texto argumentativo:

Referências bibliográficas:

terça-feira, 29 de Novembro de 2011

Segurança na internet

Nos dias de hoje, a internet é uma tecnologia muito utilizada por todo o mundo. Mas muitas pessoas esquecem-se de alguns perigos que correm, tais como:
- Intrusão (vírus)
- Publicação de dados
- Especificação do contacto na internet
- Publicidades enganosas

Nós optámos por realizar um vídeo, a pedido da professora de LPTIC, sobre a segurança na internet, mais especificamente sobre a intrusão, como é importante ter um antivírus e atualizá-lo.

Vídeo - Segurança na internet

quarta-feira, 26 de Outubro de 2011

Os jogos Educativos

Os jogos, para além de terem um caráter lúdico, podem também assumir um papel educativo, pois permitem estimular e facilitar a aprendizagem.
Os jogos educativos tendem a estimular o impulso para aprender através de esquemas mentais e desafios que estimulam o pensamento e a orientação espacial e temporal.
Os jogos educativos possibilitam não só o desenvolvimento da capacidade motora e cognitiva favorecendo o desenvolvimento de habilidades como a coordenação, a destreza, e a concentração, mas também permitem o desenvolvimento afetivo-social.
O objetivo da informática educativa é utilizar o computador como um recurso didático para as práticas pedagógicas nas diversas atividades curriculares de forma a ajudar na construção do conhecimento.
Para poder trabalhar com os jogos educativos, o professor deverá primeiro saber os conteúdos que quer trabalhar com as crianças. De acordo com os conteúdos deverá escolher um jogo que se adapte a esses. Após a escolha do jogo, o professor deverá explora-lo de forma a conhecê-lo inteiramente.
De acordo com o autor Fernando Albuquerque Costa, o software educativo deve ser avaliado, envolvendo os próprios professores e educadores, de forma a  refletir sobre o potencial pedagógico de determinados software e aplicações disponíveis online. Este autor faz ainda algumas recomendações que podem servir de componentes estruturantes para um trabalho de análise e reflexão, tais como: avaliação do software educativo, a formação dos professores para o uso das TIC, a produção deste género de recursos, e a investigação sobre a sua utilização.
A autora Ana Amélia Amorim Carvalho refere que para que possa ocorrer uma aprendizagem a partir de um software educativo é necessário haver uma familiaridade do utilizador com o sistema informático e com o próprio conteúdo, é igualmente importante a qualidade do sistema, e é essencial o desejo que o próprio sujeito tem em aprender.
Há muitos jogos que podem até ser designados como educativos, mas que não estão aptos para essa finalidade. Por exemplo um jogo que permita que a criança erre e não identifique o erro, não o devemos considerar educativo, apenas de entretenimento.

No nosso caso, a escolha recaiu num jogo que permite desenvolver o pensamento lógico, o reconhecimento do número na forma escrita e o desenvolvimento da imaginação da criança. Este jogo é destinado a crianças entre os 5 e os 7 anos de idade.


Jogo Educativo escolhido


Referência Bibliográficas:
Wikipedia
Avaliação de Software Educativo
Como olhar criticamente o Software Educativo Multimédia